E-mail  |  Cadastro   |  Login   |  Mapa do Site  |  Home
Busca
Biointeratividade > Discussão por email > Discussão
Discussão  Voltar

Selecione uma das categorias abaixo para navegar pela Lista de Discussão
por E-mail Riscobiologico.org:




Resíduos de Serviços de Saúde

Gerenciamento de resíduos grupo E

Bom dia a todos.

Gostaria de saber como vocês gerenciam os resíduos do grupo E (perfuro cortantes). Há problema de colocar os recipientes dentro de sacos leitosos, para assim evitar o risco de possíveis rupturas na caixa? Os resíduos perfuro cortantes, por exemplo que entraram em contato com material biológico são tratados de forma diferente no seu destino final? Digo isso, pois a preocupação é de que ao colocar dentro de sacos leitosos, há a perda de identificação do grupo.

Att.

RENAN CHAVES DE LIMA
Analista da Qualidade - Biomédico

 

-------------------------------------------------------
O conteúdo das mensagens é de inteira responsabilidade do autor do e-mail.

 


Enviada por Renan Chaves de Lima, em 24/05/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (1 )

[ Riscobiologico.org - Diferentes emails foram agrupados nesta mensagem. ]

Bom dia!
Aqui na instituição que trabalho colocamos as caixas de perfuro fechadas em bombonas de 200L disponibilizadas pela própria empresa que recolhe e trata.
Att
Raphaella (Enfª da CCIH)

.........................

Prezados (as) Senhores (as) bom dia!
Conforme o relato da nossa colega Marlise no RJ os resíduos do grupo A4 tem o mesmo tratamento e destinação final que os resíduos do grupo A1, visto que é exigido pela própria empresa de coleta e transporte... Não tenho conhecimento de nenhuma empresa no RJ que realize as coletas dos resíduos infectantes A1 e A4 separadamente.
Algum posicionamento diferente em relação a esse assunto???
Aguardo o retorno,
Desde já agradeço!
Keylla Rodrigues
Gestora
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Vários autores, em 25/05/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (2 )

Renan, sua pergunta é muito inteligente. O coletor de perfuro, uma vez dentro do saco, acaba não sendo identificado como perfurocortante.
A ANVISA, ao criar o grupo E, em 2004, não estabeleceu uma simbologia de risco específica. Pela RDC 222, o grupo E deve ser identificado com o símbolo de infectante, químico e/ou radioativo, conforme o caso. Por esse raciocínio, não parece haver problema em colocar o coletor dentro do saco branco, também identificado como infectante, mas...
O problema é que com o coletor dentro do saco, os trabalhadores não vão poder saber que estão lidando com perfurocortantes. Para piorar, as caixas de papelão são extremamente frágeis e não suportam a umidade, especialmente pelo lado de fora. Dentro do saco, não
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Vital Ribeiro, em 29/05/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (3)

Vital Ribeiro,
Obrigado pelo posicionamento. A ideia realmente é solicitar ao serviço de coleta a disponibilização dos contêineres.
Att.
Renan de Lima
Analista da Qualidade - Biomédico


Respondida por Renan Chaves de Lima, em 30/05/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (4 )

DESCARTE DA CAIXA DE PÉRFURO
BOM DIA A TODOS!

RESOLUÇÃO RDC Nº 306, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2004, QUANDO TRATA DO GRUPO E, EM SEU ITEM 14.2 DIZ QUE " O VOLUME DOS RECIPIENTES DE ACONDICIONAMENTO DEVE SER COMPATÍVEL COM A GERAÇÃO DIÁRIA DESTE TIPO DE RESÍDUO" . 14.3 - OS RECIPIENTES MENCIONADOS NO ITEM 14.1 DEVEM SER DESCARTADOS QUANDO O PREENCHIMENTO ATINGIR 2/3 DE SUA CAPACIDADE OU O NÍVEL DE PREENCHIMENTO FICAR A 5 (CINCO) CM DE DISTÂNCIA DA BOCA DO RECIPIENTE, SENDO PROIBIDO O SEU ESVAZIAMENTO OU REAPROVEITAMENTO.
ENTENDO QUE RDC NÃO DEIXA EXPLÍCITA A OBRIGATORIEDADE DO DESCARTE DA CAIXA DE PÉRFURO EM 24h, POSSO ESTAR EQUIVOCADO, POR ISSO GOSTARIA DE SABER SE EXISTE ALGUM PARECER SOBRE ISTO?

[ + ] Exibir tudo


Respondida por Gustavo, em 19/07/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (5 )

[ Riscobiologico.org - Diferentes emails foram agrupados nesta mensagem. ]

Saudações, Gustavo
Houve atualização da RDC 306/2004 para a RDC 222/2018, que em relação ao resíduos do grupo E, destaca:
Art. 86 Os materiais perfurocortantes devem ser descartados em recipientes identificados, rígidos, providos com tampa, resistentes à punctura, ruptura e vazamento.
Art. 87 Os recipientes de acondicionamento dos RSS do Grupo E devem ser substituídos de acordo com a demanda ou quando o nível de preenchimento atingir 3/4 (três quartos) da capacidade ou de acordo com as instruções do fabricante, sendo proibidos seu esvaziamento manual e seu reaproveitamento.
Parágrafo único. Admite-se o emprego de tecnologia que promova o esvaziamento automatizado de recipientes plásticos específicos com posterior descontaminação, possibilitando sua
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Vários autores, em 20/07/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (6 )

Caixa de perfuro-cortantes em Salas de Raio X
Bom dia a todos!
Por favor, alguém saberia dizer se existe a obrigatoriedade em se manter caixa de perfurocortantes no interior da sala de raio X?
Ao meu ver, o recipiente deve ser inserido onde ocorre a geração de resíduo, não havendo esta geração, não há de se falar em manutenção de recipiente para o acondicionamento de resíduos perfurocortantes ou qualquer outro.
Existe alguma normativa que obrigue a existência e manutenção de caixas de perfurocortantes nestes locais, mesmo quando não ocorre a administração de contrastes e a geração do respectivo resíduo ??
Grato
Valmir José de Oliveira


Respondida por Valmir José de Oliveira, em 30/07/2018


Resíduos de Serviços de Saúde - Perfurocortantes (7 )

Coletores, resíduos A e E, em transporte
Prezados, bom dia!!
Quem tem atendimento domiciliar, pode compartilhar o tipo de coletor que usa para descarte de perfurocortantes e para resíduos infectantes, durante o transporte.
Grata,
Naiara Olga Lusa
Bióloga


Respondida por Naiara Olga Lusa, em 20/08/2018

 
Discussão por email
O que é a lista de discussão?
Formulário
Discussão
 
 


 
 


Riscobiologico.org - Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.          criação: AldeiaCom