E-mail  |  Cadastro   |  Login   |  Mapa do Site  |  Home
Busca
Biointeratividade > Discussão por email > Discussão
Discussão  Voltar

Selecione uma das categorias abaixo para navegar pela Lista de Discussão
por E-mail Riscobiologico.org:




Áreas de apoio

Boa tarde,

Estou precisando da ajuda dos colegas!!
Estamos implantando dose unitária (fracionamento) para medicações endovenosas.
Já cumprimos várias etapas do processo e agora estamos na de validação da capela de fluxo laminar. Precisamos fazer a medição de partículas e para isso devemos contratar empresa especializada. Já fizemos os orçamentos e.... surgiu-nos uma dúvida: quais documentos exigir da empresa na hora de contratarmos o serviço, que comprove estar esta apta a realizá-lo? Qual é o órgão certificador desta empresa? Em consulta a SBCC (Sociedade Brasileira de Controle de Contaminação) recebemos a resposta que não são eles...

Poderiam me ajudar, por favor?

Abraço à todos.
Rosemere Carrareto
Enfermeira - CCIH CIAS - Unimed Vitoria
rcarrareto@unimedvx.com.br

-------------------------------

O conteúdo das mensagens é de inteira responsabilidade do autor do e-mail.


Enviada por , em 22/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Bem gostaria de dar minha opinião sobre o fracionamento de medicação, gostaria de lembrar aos colegas da lista que por mais que este processo facilite muito a nossa prática, e diminui em muito o potencial de contaminação do medicamento, somos nós profissionais da enfermagem responsavel pelas medicações administradas ao paciente, entre outras coisas checar os 5 certos (dose certa, paciente certo, via certa, horário certo,medicação certa), se as doses ja vem prontas da farmácia, como checar estes itens? Lembrando que mesmo que seja responsabilidade do farmaceutico, o (a) enfermeiro (a) também responde e pela lei com uma parcela de responsabilidade maior. Não estou duvidando da capacidade dos profissionais da farmacia, mas erros podem acontecer. Ou seja, a questão é: como
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Carla, em 25/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Prezada carla:
A função primordial do Farmacêutico é produzir ou fracionar qualquer medicamento.
Fracionar medicamento é responsabilidade do Farmacêutico.
Daqui a pouco vc vai querer também trabalhar e assinar farmácias. Ninguém merece!!.
Acho melhor vc rever as prerrogativas de cada profissional.

Paulo -Brasilia-DF


Respondida por Paulo, em 26/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Desculpe Paulo,

Mas ignorar que quem fraciona, nos Estabelecimentos assistenciais de Saúde ( Hospitais, clinicas, postos de saúde), é o profissional de Enfermagem, é no minimo uma insensatez.
Discutir a melhoria desses processos para garantir mais segurança ao cliente, é outro caminho..
Acho melhor você rever as prerrogativas de cada profissional, a formação e a experiÊncia que nunca em qualquer atividade pode ser esquecida.
A Enfermagem tem sim, que questionar essa nova divisão do trabalho, e participar ativamente, pois é ela que a desenvolve, se não mais em todos, na maiorias dos Serviços de Saúde. O problema é que sem nenhuma garantia ou condição de trabalho.

Sandra- Enfermeira ( Mato Grosso Do sul)


Respondida por Sandra, em 29/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Caro Paulo:

Não discuto que a função do farmaceutyico seja fracionar medicação. Entretanto gostaria de lembra - lo (ou esclarece -lo ) que a enfermagem e responsabilizada caso seja aplicada medicação errada no paciente, principalmente se vier a causar algum mal. Não estou dizendo que o farmaceutico não va fazer o fracionamento correto, ou va errar de proposito.
Mais erros podem acontecer em qualquer profissão. Não quero fazer o trabalho do farmaceutico.
Quero apenas fazer o meu corretamente.

Carla
Rio de Janeiro


Respondida por Carla, em 29/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Não duvido da capacidade do farmacêutico, muito menos nos aspectos legais.

Valorizo como atribuição.

Valorizo também a possibilidade do Farmacêutico Hospitalar e do sistema de dose unitária.

Sobraria mais tempo para "aproximar-se mais" do paciente.

Marcos Lemos
Infectologista
São José dos Campos SP


Respondida por Marcos Lemos, em 29/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Olá

Confesso surpresa,com o teor bobo dessas mensagens,aqui os assuntos discutido.das questões sempre primam pela técnica
Sou farmacêutica,formada em 1980,sempre exerci minha profissão na industria,de produtos para saúde,correlatos...,mas já participei de vários cursos na área da hospitalar...nutrição enteral/parenteral,e tenho´Pós graduação em CIH,nunca "assinei "farmácia,e meus colegas ,que espero não "assinem" sempre são responsáveis técnicos por estabelecimentos farmacêuticos como eu tb sou.;mas mesmo nunca tendo atuado em Hospitais,sei que a Enfermagem tem suas tarefas,.o Farmacêutico as dele,assim como os demais profissionais de saúde;mas verdade deve ser dita..por muitos anos...e em alguns Hospitais e Clinicas,a enfermagem fez e faz tarefas que são exclusivas do profissional farmacêutico,não por não saberem ,mas pela rotina exigida,por orientação e
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Leila M Garcia, em 30/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Saúdo a todos !!

Tendo em vista a polêmica que (RE) inicia e apenas só para lembrar a todos digo-vos que não esqueci de fazer meus comentários a respeito da interessante troca de mensagens que tive no início desse ano ( janeiro) com o título "EPC e EPI - Ganciclovir" que surgiu a partir de uma dúvida da Ethel, enfermeira de um hospital universitário .Tivemos opiniões da Sandra da UFMS, do Everaldo de Brasília, etc , todas extremamente pertinentes mas ficou claro que há divergências que podem ser discutidas , isso sempre com base na ética e sem princípios meramente corporativos.
Eu, mesmo não sendo enfermeiro ou farmacêutico, emiti minha opinião como técnico de Vigilância em Saúde (
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Paulo R Rebello, em 30/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Caros colegas,

Sou farmacêutica e bioquímica, atuo na área de análises clínicas em um hospital, e sei muito bem das responsabilidades de um farmacêutico na área hospitalar, e o farmacêutico está expandindo a cada dia. E é de responsabilidade nossa esse fracionamento e muitas outras atribuições, nós é que temos anos de estudo em interações medicamentosas, dosagens e muitas outras funções.

Cada um na sua área, a função da enfermagem é administrar , mas infelizmente não estudaram para analisarem as prescrições.

Kelly (São Paulo)


Respondida por Kelly, em 30/11/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Reitero e indosso na íntegra o teor da mensagem da Dra. Leila de Mendonça Garcia - MD. Farmacêutica.

Embora não pertença a esta ou aquela categoria em discussão, e sim, sendo administradora hospitalar, com especialização na área de RH, com cursos técnicos na área de segurança e saúde do trabalhador e outros... busco nesta lista de discussão, conhecimentos assentados com bom senso, coerência e não em discussões corporativas - ainda que a democracia conceda à todos o direito de expressão.

À todos peço também desculpas pelo desabafo, especialmente àqueles que idealizaram e formaram a lista de discussão riscobiologico.org.

elenir lima - fernandópolis-sp


Respondida por Elenir Lima, em 01/12/2004


Farmácia - Validação da capela de fluxo laminar

Reconheço que o farmacêutico está expandindo a cada dia, MAS, A eNFERMAGEM TAMBÉM,para quem trabalha dioturnamente em EAS, e quem conhece a realidade no atendimento ao doente, tem proximidade,vê que atribuições e tempo de estudo é importante, mas não impede erros e nem impede,observa que a soma das contribuições que cada área oferece é fundamental.

DIZER " que é de responsabilidade nossa esse fracionamento e muitas outras atribuições, NEGANDO a realidade é um absurdo !Talvez a Enfermagem não queira em alguns lugares fracionar, temos de fato, muitas atribuições no cuidar.

DIZER QUE "..nós é que temos anos de estudo em interações medicamentosas, dosagens e muitas outras funções....,é outro absurdo,NEGANDO inclusive primariamente a responsabilidade cabivel ao médico, ao enfermeiro, ao auxiliar
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Sandra, em 01/12/2004

1 | 2 | 3
Primeira | Última
 
Discussão por email
O que é a lista de discussão?
Formulário
Discussão
 
 


 
 


Riscobiologico.org - Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.          criação: AldeiaCom