E-mail  |  Cadastro   |  Login   |  Mapa do Site  |  Home
Busca
Biointeratividade > Discussão por email > Discussão
Discussão  Voltar

Selecione uma das categorias abaixo para navegar pela Lista de Discussão
por E-mail Riscobiologico.org:




Legislação e normatizações

Prezados, bom dia

Trabalho em um laboratório de diagnósticos por imagem, e fico no setor de ultrassom e biópsia de mama.

Tem uma biópsia que é pela Mamografia e acompanhamos o médico nesse procedimento, tenho o dosímetro mas não recebo a periculosidade, recebo 20% de insalubridade.

Gostaria de saber se isso está correto.

Fiz exame de periódico esse mês e no meu papel consta Risco biologico e Radiação.

Fico no aguardo.

Obrigada

Mensagem encaminhada pela colega Joice

 


-------------------------------------------------------
O conteúdo das mensagens é de inteira responsabilidade do autor do e-mail.

 


Enviada por Joice, em 12/07/2019


Adicional de Periculosidade (1)

[ Riscobiologico.org - Diferentes emails foram agrupados nesta mensagem. ]

 

Periculosidade é restrito apenas para quem trabalha diretamente com energia elétrica e vigilantes bancários

Abraços,

Gustavo

 

.........................

 

Se há risco de radiação o adicional é de periculosidade.

Sem mais,

J. Farias

Mensagem encaminhada pelo colega Juarez

 

 


Respondida por Vários autores, em 15/07/2019


Adicional de Periculosidade (2)

[ Riscobiologico.org - Diferentes emails foram agrupados nesta mensagem. ]

 

Se você fica no setor de fico no setor de ultrassom e biópsia de mama, o agente de risco radiação, simplesmente não existe.

Se tivesse Radiação Ionizante, deveria receber se os valores estivesses acima do que estabelece o anexo 5, que na verdade

é a Norma CNEN-NE-3.01: "Diretrizes Básicas de Radioproteção", de julho de 1988, aprovada, em caráter experimental, pela Resolução CNEN n.o 12/88

e se tivesse, seria 40% de insalubridade.

Se recebe adicional de insalubridade (20%) é porque estão considerando exposição a agente biológico,

agradeça, porque aparentemente, também não teria direito, não vejo como tendo agente biológico.

O Gustavo esqueceu algumas coisas sobre periculosidade:

Não é pra quem trabalha diretamente com energia elétrica e nem vigilantes bancários.

Veja a
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Vários autores, em 16/07/2019


Adicional de Periculosidade (3)

Prezado colega Luiz Breim,

A norma CNEN-NE-3.01: "Diretrizes Básicas de Radioproteção", de julho de 1988 foi atualizada e substituída pela norma CNEN NN 3.01 - DIRETRIZES BÁSICAS DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA, em 2014, assim como diversas outras normas da CNEN.

Att.,

Dra. Noil Cussiol - PHS

 


Respondida por Noil Cussiol, em 19/07/2019


Adicional de Periculosidade (4)

Bom dia Joice e a tod@s

Especificamente sobre sua pergunta, devo antes tecer algumas premissas para que você fique esclarecida sobre a situação-problema e compreenda do porque meu parecer final.

Em primeiro lugar adicional de periculosidade é uma remuneração prevista na Constituição Federal para quem corre risco de vida, com potencial de morte imediata ou lesão corporal grave em decorrência da exposição aos elementos discriminados na Norma Regulamentadora nº 16 e seus anexos. Portanto não é uma questão de Segurança e Saúde no Trabalho e sim de Relação de Trabalho - no capítulo de remuneração. Permanecendo o trabalhador habitualmente, e este critério tem entendimento na órbita judicial de que a presença do trabalhador minimamente 3 vezes por semana e mais do que 50%
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Sílvio Carlos Andrade da Silva, em 23/07/2019


Adicional de Periculosidade (5)

Perfeito o esclarecimento do ex-auditor e médico Sílvio Andrade.

É preciso estarmos atentos para interpretação coerente da legislação.

Maridete/RJ

 


Respondida por Maridete, em 25/07/2019


Adicional de Periculosidade (6)

[ Riscobiologico.org - Diferentes emails foram agrupados nesta mensagem. ]

 

Prezado Dr.Silvio e demais colegas, bom dia!

Cheguei recentemente a um grande hospital público para assumir o Núcleo de Saúde do Trabalhador. Encontrei os servidores do almoxarifado e do setor do Oxigênio recebendo Adicional de Periculosidade. O ambiente do almoxarifado possui as rotas de fuga obstruídas, corredores estreitos, caixas de papelão empilhadas até o teto, ventilação escassa...

Fiz um relatório sobre as péssimas condições e cobrando dos gestores providências. Este adicional não é devido, correto?

E qto ao Setor do Oxigênio- o adicional é devido, correto?

Obrigada

Letícia Borges
Médica do trabalho

 

.........................

 

Caro Silvio.

Um prazer falar com você novamente, no entanto, não vi, pelo menos ainda, a revogação do famigerado adicional de periculosidade para os motociclistas.

Embora sabendo, e
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Vários autores, em 26/07/2019


Adicional de Periculosidade (7)

Bom Dia Letícia Borges.

Se for um hospital publico, no âmbito federal, basta uma rápida consulta à ON 4, que o adicional estará descaracterizado.

Quanto ao oxigênio, salvo melhor juízo, não se caracterizam.

Sds.

Jeronimo

 

.........................

 

Bom dia colega Letícia e a tod@s que me lêem.

Bagunça é de fato perigoso pelo risco de acidentes, porém não há previsão legal para este desleixo organizacional. Como disse as atividade "periculosas" - como bem gosto de usar o termo ibérico, - enseja exposição ou manuseio com fontes explosivas, inflamáveis, radioativas, elétricas de potência ou de violência em segurança patrimonial.
Almoxarifado jamais, nas CNTP, será um setor insalubre ou periculoso.

Na Central de O2, geralmente, temos um grande vaso de armazenamento ao ar livre e delimitado fisicamente no seu entorno dificultando o
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Vários autores, em 29/07/2019


Adicional de Periculosidade (8)

Bom dia!

Agradeço ao Dr Silvio e demais colegas pela colaboração!
Boa semana a todos!

Abraços

Letícia
Médica do trabalho

 

-------------------------------------------------------

 


Respondida por Letícia , em 30/07/2019


Adicional de Periculosidade (9)

TST proíbe que pessoa acumule adicional por insalubridade e periculosidade

Mais um baque no trabalhador, a saúde é tratada como lixo, tenho dúvidas como outros países tratam destes riscos ao trabalhador, como é a Legislação em outros países, acho que eles são de carne, pele, osso e sangue, ou nós somos de Marte ???
Infelizmente quem fazem as Leis neste país é o poderosissímo Legislativo. vcs já imaginaram um trabalhador exposto aos riscos químico, fisico, e biológico, creio que o pessoal de limpeza, saúde, e outros estejam na mesma situação, aí o juiz, diz, escolha o mais vantajoso, vantajoso para quem ???, eu prefiro um ambiente menos insalubre, e vcs ???

TST proíbe que pessoa acumule adicional por insalubridade e periculosidade Lucas Borges
[ + ] Exibir tudo


Respondida por Bartolomeu Dias , em 25/10/2019


Adicional de Periculosidade (10)

[ Riscobiologico.org - Diferentes emails foram agrupados nesta mensagem. ]

 

Mas na NR já diz que não pode acumular,o trabalhador deve escolher o mais vantajoso infelizmente

Mensagem encaminhada pelo colega Diogo

 

.........................

 

Na verdade essa questão de escolha não é nova.....nunca pode acumular os dois. O trabalhador sempre teve o direito de escolher um ou o outro.

Acredito que a decisão mais acertada seria ter um local de trabalho não insalubre nem periculoso. Esse seria o ideal.

Mensagem encaminhada pelo colega Djalma

 

-------------------------------------------------------

 

 


Respondida por Vários autores, em 28/10/2019

 
Discussão por email
O que é a lista de discussão?
Formulário
Discussão
 
 


 
 


Riscobiologico.org - Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.          criação: AldeiaCom